27 de outubro de 2018

OUTUBRO

Outubro passou desesperado. E a perplexidade com os fatos e mentiras de todo o dia enlouqueceram todo o mundo. Os textos e textões, os vídeos, as mensagens, as contramensagens, que turbilhão!
Muitos já disseram que esta não é uma eleição qualquer. E não é mesmo. Porque tudo nela é duvidoso, uma vez que é duvidosa a Justiça. Corrompida, não terá coragem de agir. E logo estará de quatro.
E se Haddad ganhar, poderá assumir? Tudo se pode se esperar de uma Justiça corrupta. Ou de um governo que se declare de cara ditatorial. O outro já declarou que não aceita um resultado que não seja a própria vitória. Não sei se desmentiu. Gente irresponsável está sempre se desmentindo.
E se a direita achar que já deu para o boquirroto Bolsonaro e mandá-lo para o outro mundo? E se Mourão assumir? E as urnas darão o resultado real ou terão sido fraudadas?
E se Bolsonaro assumir? Já teremos as hordas nas ruas, atacando as minorias ou a polícia vai se encarregar de eliminá-las? Quem serãoos escolhidos para as 30.000 mortes prometidas? Quem legalizará o "estupro corretivo"?
Quem escapará da sanha dos psicopatas?
No entanto, amanhã será outro dia, como sempre.
Acorda, amor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário